Connecting...

W1siziisijiwmtcvmdcvmjcvmtqvndavmjkvndawl0jsb2d2mi5wbmcixsxbinailcj0ahvtyiisiji1mdb4mzawiyjdxq
W1siziisijiwmtcvmdcvmjcvmtqvndavmdqvmte3l2zhyibkzsbozxlds2lzlnbuzyjdlfsiccisinrodw1iiiwimtawmhg0mdbcdtawm2uixv0

Considere fazer trabalhos voluntários, se você busca um propósito de vida,

Quando entrei no universo de recrutamento, comecei a ter contato com os mais diversos currículos e observei que, em muitos casos, era comum os profissionais incluírem informações sobre trabalhos voluntários. À princípio, achava que acrescentar algo tão pessoal assim parecia uma artimanha muito apelativa. Cheguei a me questionar se existia mesmo a necessidade de expor algo que é visto com bons olhos pela sociedade, apenas para melhorar a imagem profissional.

 

Bom, como em muitas coisas da vida, só mudamos de opinião quando passamos pela situação, certo? Comigo não foi diferente. Após viver uma perda familiar muito dolorosa, encontrei em um projeto social a minha válvula de escape, além de melhorar a minha autoestima por entender que eu tinha habilidades que poderiam ajudar o próximo.

 

Junto com alguns amigos, decidimos fundar em 2016 uma ONG chamada Fábrica de Heróis.  Nosso trabalho na ONG consiste em nos fantasiarmos de super-heróis e irmos visitar crianças que possuem algum tipo de doença, quase sempre crônica. Nessas oportunidades realizamos atividades educativas que têm o poder de mexer com o imaginário infantil, ou seja, ajudamos crianças a encarar seus tratamentos e desafios com mais força e alegria, como super-heróis, que para mim é o que elas são.

 

Por causa disso, minha visão sobre o assunto mudou completamente. Depois de começar a trabalhar na nossa ONG comecei a entender porque esse tipo de trabalho hoje em dia é tão valorizado pelas empresas.  Ser voluntário em uma causa social ajuda o profissional a se comprometer e a ser mais responsável, auxilia no modo como ele se relaciona com seus pares e enxerga o outro, sem falar dos fatores principais: traz motivação e satisfação pessoal. Esta experiência muda quem você é e como você enxerga o mundo.

 

Hoje, principalmente entre os millennials comenta-se muito sobre a busca de um propósito e, eu digo que, a procura pelo mesmo pode ser encontrada nessas oportunidades. Existem diversos tipos de trabalhos voluntários, só basta entender que tipo de organização combina com você e procurar instituições que estejam abertas para recebe-lo. No meu caso foi muito simples descobrir como eu poderia ser útil, pois sempre tive aptidão para lidar com crianças e, ajuda-las a passar pelo drama de algumas doenças com um sorriso no rosto. Esta tem sido a forma que encontrei para me motivar e para trazer mais sentido para a minha vida e carreira. 

 

Além disso, com a concorrência cada vez mais acirrada, as empresas buscam atrelar a marca e suas imagens à uma organização socialmente responsável. Sabemos que isso interfere na decisão de compra do consumidor, que muitas vezes, entre duas ou mais opções de produtos acabam por optar por aqueles que apresentam selos socialmente responsáveis. Logo, profissionais que tenham experiência com trabalhos sociais, também acrescentam como ativos importantes para as empresas, uma vez que também contribuirão com a imagem positiva da companhia.

 

É importante dizer que o trabalho voluntário não pode ser apenas uma forma de se tornar um profissional mais atrativo. Da mesma forma, não basta só listar instituições das quais você fez parte, é importante que diga quais foram as experiências que você teve em cada instituição que citar em seu currículo.

 

Procure listar quais habilidades você desenvolveu, ou seja, se você ajudou a organizar uma festa beneficente, provavelmente você precisou lidar com finanças, planejamento, gerenciamento de equipes, entre outras competências. O que quero dizer, é que além do aprendizado pessoal, os voluntários também têm a oportunidade de desenvolver habilidades profissionais, que podem sim ser ressaltadas e consideradas em um processo seletivo.

 

Por fim, para mim e muitas empresas, ações sociais elevam, sem dúvida, os diferenciais de um profissional. Porém, realizá-las te dá algo muito maior que um emprego melhor ou uma posição de mais destaque, te dá satisfação, sentido e uma extrema sensação de gratidão.